sábado, 26 de janeiro de 2008

Post it#4 ou Wish list .

- saber dizer não e já chega. -espirrar alto. bem alto. sem pôr a mão-à-frente. encher tudo e todos com perdigotos. com perdigotos meus. e ter o atrevimento de saber dizer: generosidade da minha parte, não me agradeçam, por favor... constipem-se; - saber ouvir e interiorizar as palavras dos Grandes-amigos-Grandes-amigos-XXL: "tu, põe-te a milhas", "ó mulher, o que é que ainda estás cá a fazer", "tu, desaparece", "sai daqui, vai-te embora", "isto não é para ti", "não vires de página, muda de livro", "reedifica e recupera a tua vida" (plim! merci...*); -comprar um tele-feérico; -por favor, recusem-se a entrar no Zoo, a existência dessa montra- cativeiro-de- espécies-de-animaizinhos-queridos-e-lindos-outrora-exóticos-e-estranhos, só fazia sentido no século XIX. Já estamos no século XXI, ora pensem um bocadinho... pois, já não faz sentido, pois não...?; -a minha nossa senhora de F. ouviu as minhas humildes preces. será que tenho de ir à Aula Magna a pé... ? -aproveitar xxxx; - descalçar a bota direita e despejar as pedrinhas do sapato esquerdo com as quais edificarei um dia castelo para mim; -comprar, definitivamente, uma mala de viagem maior - aproveitar os saldos; -casa, procurar casa. baratinha. ou barata. económica. mas gira. já e agora. imediatamente. não deitar fora o dossier de imobilário do expresso (acho que já foi para o lixo...)- "então, como é que é, sempre a protelar, lara! como é? " (os meus pais interrogaram-se, em uníssono, mais-ou-menos-assim, no passado dia 03 de Janeirinho) - eu acho que querem pôr-me fora de casa, com esta merdice da crise..., já nem sei...:) !!; -calendário 80x130, com letras garrafais; -comprar o casaco de fazenda na dead criminals, com xadrez escocês, mangas à 3/4 de inspiração jaqueline onassis e twiggy - fofinho, macio e quentinho como o caniche da paula, que lá por ser um rufia armado-em-gente-grande não deixa de ser engraçado e fofinho e macio e quentinho, é giro e meiguinho; -riscar o dia 14 do calendário; -highlight: dia 15 de fevereiro; -avisar pela milésima vez beija-flor; -reparar certos erros, errados, cometidos, em tempos ultra-errantes (a propósito da faixa que agora está a passar no meu senil e ultra-esclerosado windows media player: "how my heart behaves"- oh merdice...); -esquecer-me. esquecer-me de ... do... do que e de quem me lembro e não me esqueço; - lembrar-me de e de quem me esqueço e do que me esqueci: 4x1=4; 4x2=8; 4x3=12; 4x4=16; 4x... já me esqueci, e nem me quero dar ao trabalho de contar pelos dedos... abençoada hi-tec; - orquestra láudano - pesquisar, com tempo; -comprar uma almofada maior, bem maior, de penas, para amortecer a queda; - 2001, odisseia no espaço- rever; - no princípio era o verbo. era. passado; -génesis; -être naïve;-home sweet home; - comprar espelhos novos. vasculhar nos antiquários um, de estilo barroco, à D. João V, de moldura em talha dourada; -comprar um sofá vermelho-vivo, linhas minimalistas, escandinavas, de inspiração alvar aalto; -mudar de iluminação. comprar candeeiros. vintage, de preferência, ou os do tejo remy; - testar-me. será que ainda consigo fazer duas piscinas, sem respirar... ; -antoni tapiés - rever obra; -procurar na arquivo livros sobre arq. do espectáculo, e arq. ecológica; -comprar lápis de cera; - comprar perfume apple green dkny, porque entretanto o meu já se está a acabar, e o l'eau par kenzo, finitum est, ... seria um belíssimo pretexto para mudar de perfume, seria...mas não quero. lá por ser inverno, não sou obrigada a comprar perfumes doces, ou frangâncias intensas. não me impinjam o que não gosto, nem quero, nem tenciono comprar, só porque é e estamos no inverno; -esticar a corda, do alto da minha montanha. "meio" ou "quasi". qual zaratustra...; -fbal; -art. min.; -exa. ...; -ex-nuovo; -ground-zero; -génesis; -cores primárias - o básico e elementar; -b-a-ba; rousseau; arts&crafts; imaginação; imaginarium; - michel gondry; -lápis de cera; -creative review; - à andreia que se orgulha de acordar todos os dias com o rabinho viradinho para a lua: enviar um bouquet de tulipas amarelas, acompanhado de um cartão receheado de inveja e de sorrisos ainda mais amarelos do que as ditas tulipas amarelinhas que fazem acompanhar um cartão receheado de inveja e de sorrisos amarelos; -ouvir, ouvir, ouvir, e interiorizar o "que se lixe"; -comprar manual de "aprenda a comer com pauzinhos" - a pui bella prima del mondo popwork e o bob rasta bob sabem por quê... um dia destes exponho aqui, neste espaço legitima e assumidamente parvo, as minhas desgraças ainda mais "paruas" que sunt"; - curtar, bem curtinho o cabelo, de vez - ou vai, ou rapa!; -telefonar ao dr. lawrence e perguntar-lhe até quando estarei sob efeito da anestesia; -me & my cybershOt|-me... um assunto para pensar... com calma em noites hiperglicémicas; -as amoras, em quantidades industriais, não podem faltar! -esquecer palimpsestos; - um expresso what else ... suspiro... que mais poderia ser e precisar; -se o nosso alfabeto fosse figurativo como o japonês, que forma teria a palavra "pai" - esta: "?", seria uma hipótese; -"ó diabo"; -"ó jAsus"; - pensar em programar a agenda semanal em função dos sapatos, dos collants e das cateiras que me apetecem usar. determinar a minha semana em função dos caprichos fúteis - um caso a estudar...; -calme-toi Odette, calme-toi! qual caminho de swan, qual quê!! Odette Toulemonde - amo esta mulher; - pilates. resistência.constrangimento. definição. gargalhadas num sábado de manhã; - e. no porto e o taxista; -peçam a deus, por favor, que me mandem à merda na próxima segunda-feira. nunca desejei tanto que me mandassem à merda, literalmente. se gostam realmente de mim, peçam a deus que mandem à merda, por favor, é um pedido. na próxima segunda-feira digo-vos o resultado das vossas orações, peditórios, figas ou rezas....
-lema: "aproprio-me das formas e objectos de uso quotidiano e dou dimensão ao que é banal" Joana Vasconcelos - sim, é essa... a menina muitA gira do lustre feito de tampões...;

2 comentários:

Sisg disse...

It´s the final countdown..terere...
terere...

Calme-toi Odette, calme-toi!

Vai e faz o favor de ser muito feliz.


Already miss U!**************

p.S.Abaixo a ditadura! ;P

Lara disse...

. vai custar-me tanto dizer o tão adiado e difícil "não."
nem quero imaginar... mas tem de ser... ainda que ficarei "a criar, para sempre!"...ai... que expressão tão... qualquer-coisa...

mas é estranho, no meio desta merdice, sinto-me uma espécie de carmen miranda parolita no copacabana palace submersa em champagne möet brut, em plena ditadura militar... (e detesto o brasil)...

mas minha gotinha como me disseste
: é tempo de te "pores a milhas e recuperar aquilo que perdeste!" - prometo-te que também vou deixar de ser utópica e parva. 'cause life is a real thing... a big "deal"...//

- e tu, estás melhor? já recuperaste? estavas doentinha, e eu nem te dei a atenção devida, e tão merecida...que egoísmo atroz da minha parte... estou pior que o sir woody allen... meio-psicótica.. meio-neurótica :) "meio-a-meio" :D

beijinhos grandes, grandes, grandes... para alguém XXL, a tua grandiosidade é uma palavra que jamais se esgotará.

calme-nous, calme-nous :D, pas de tout, pas de tout :D... on verons...

b-e-i-j-i-n-h-o-s... segunda-feira, será o meu dia D . o meu ground zero...

- e o teu menino-azul, como está...?, não está...?, vai estar...?, vai estando... ? homens, homens,... (suspiro profundamento - calme-toi, calme-toi!)

*************teus, muitos-muitos**

Afterimage

Disparou. Tocou. de raspão. quem. Alguém. «foi*».

_- - -__...|.|